segunda-feira, 10 de julho de 2017

#4 Aos fins-de-semana acontece!

Este fim-de-semana tinha tudo para ser um pacato fim-de-semana, e foi. Mas, foi também um grande fim-de-semana, diferente de todos os outros, mas não menos feliz...
A sexta-feira ao final do dia, é aquele dia em que a rotina é, quase sempre, a mesma: psicóloga com o meu puto, compras e depois das 21h ou tenho qualquer coisa na agenda ou vou para casa jiboiar. Esta, não foi diferente! Apenas não me demorei no supermercado e iniciei a leitura do livro que tinha adquirido durante a semana (paixão!!!). Depois? Jiboiar com um livro ao som da chuva.
No sábado dormi um pouco mais, fui fazer análises e a uma consulta (com a minha mãe), pequeno almoço reforçado e a tarde foi passada entre algumas lidas da casa e a leitura frenética d"A doçura da Chuva". Jantei fora no Festival do Pão, evento já muito característico aqui pelos meus lados :) Coloquei um pouco da conversa em dia com as amigas, cusquices e alguns planos... Casa e leitura!
O domingo foi a pastelar na cama, Eucaristia ao meio-dia na paróquia vizinha, almoço, uma breve sesta, leitura e um "café" com a melhor amiga*, seguido de missa de Crisma, reunião do grupo e a ida até ao festival para ver Ala dos Namorados!
Pelos intervalos disto tudo destaca-se a leitura de um livro que tem muito a ver comigo e algumas conversas que fazem pensar!!!

(*Tenho a minha melhor amiga a viver longe, e por isso, nem sempre o tempo e a correria das nossas vidas nos permite estar juntas fisicamente. Muitas vezes as conversas por telm ou msg são insuficientemente pouco e, assim o tempo vai avançando sem que tenhamos de facto "tempo" para cuidar desta amizade tão importante. Ontem senti-a em baixo, cansada e triste... Também o fiquei! Preocupo-me jenuinamente com ela e com a sua felicidade e sei que é um sentimento mutuo... Este fim-de-semana ela voltou a dizer-me coisas muito duras, mas verdadeiras! A amizade verdadeira é assim!!! Agradeço tanto que haja quem me mande estas palavras duras, de preocupação, censura e até de alerta pois de facto não posso adiar para sempre as coisas...)

Sem comentários:

Enviar um comentário